quinta-feira, 2 de julho de 2020

Nossa Sala de Cursos


A Sala de Cursos é uma empresa focada em facilitar e tornar mais eficiente os processos e rotinas de um curso. Através de um sistema intuitivo conseguimos facilitar a montagem e gestão de um curso.
A simplicidade é o elemento decisivo para o sucesso de um curso.
Visite nosso site !

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Coronavírus: medidas de segurança para pacientes e dentistas



A pandemia de COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, está mudando a rotina de milhares de pessoas no mundo. O coronavírus é de fácil transmissão e pode se disseminar pelo ar ou pelo contato pessoal com gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro ou até mesmo com o toque ou aperto de mão com a pessoa infectada. 

Diante disso, a recomendação é reforçar os hábitos de higienização para evitar que a doença se espalhe. Veja o que fazer no dia a dia para manter você e sua família protegidos:

- Lave frequentemente as mãos com água e sabonete por pelo menos 20 segundos ou use álcool em gel;
- Cubra nariz e boca com o braço ao espirrar ou tossir;
- Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
- Evite aglomerações e ambientes fechados;
- Se possível, fique em casa. 

A www.bucomaxilofacial.com.br tem um compromisso com a saúde. Por isso, está adotando algumas medidas a fim de contribuir com a prevenção do coronavírus, além de orientar seus colaboradores e pacientes. 

Para conter a proliferação do coronavírus e atendendo às recomendações do Ministério da Saúde, os atendimentos presenciais passaram por uma alteração na rotina. Os profissionais estão sendo orientados a triar a real necessidade do procedimento odontológico, a ideia é minimizar o tempo de permanência na clinica e diminuir os deslocamentos dos pacientes.

Não será permitida a entrada de acompanhantes, exceto no caso de gestantes, menores de idade, deficientes físicos e idosos, com limite de 01 acompanhante por pessoa.

Para conduzir a situação internamente, a clinica adotou uma série de cuidados para manter a higiene e segurança de todos. Entre eles estão: a higienização de maçanetas das portas a cada 2-3 horas; álcool disponível em todos os ambientes;  A empresa também está orientando todos os colaboradores sobre as medidas de proteção ao coronavírus. 

Protocolo de atendimento nos consultórios
Respeitando as normativas de segurança do Conselho Federal de Odontologia, o atendimento dos cirurgiões-dentistas ocorre de acordo com a demanda.

Os cirurgiões-dentistas cooperados podem fazer a sua parte para prevenir o coronavírus seguindo as práticas de biossegurança e desinfecção. São elas: 

Lavagem das mãos com frequência;
Desinfecção de superfícies;
Utilização dos EPIs;
Aplicação de enxaguatório bucal com água oxigenada 1%;
A prevenção contra a COVID-19 deve começar antes da consulta: na confirmação por telefone, informe que pacientes sintomáticos não devem comparecer.

segunda-feira, 16 de março de 2020

CFO orienta profissionais de Odontologia sobre o coronavírus

O Conselho Federal de Odontologia recomenda cautela e cuidado nas atividades desempenhadas pelos profissionais de saúde bucal que atuam em todo o território nacional devido à declaração da OMS (Organização Mundial de Saúde) que classificou a COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, uma pandemia
Alertamos que o período de incubação da COVID-19, ou seja, o tempo entre o dia do contato com a fonte transmissora e o início dos sintomas, tem sido registrado entre 5 e 14 dias. Dessa forma, é pertinente que essa janela temporal seja respeitada em caso de confirmação de contágio.
Assim como em outros  países, o número  de casos confirmados de infecção pela COVID-19 avança no Brasil e, de acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI),  a proliferação da COVID-19 poderá atingir, em algumas regiões, a terceira fase epidemiológica, quando a transmissão passa a ser comunitária, ocasionando aumento exponencial de casos.
Aos profissionais de Odontologia, solicita-se o redobrado cuidado e a utilização efetiva dos equipamentos de proteção individual (EPI), evitando exposição e contágio pelo novo coronavírus (COVID-19). A triagem anterior ao atendimento em consultório, para verificação de possíveis sintomas da COVID-19, também deve ser realizada. Em caso de sintomas detectados, os profissionais devem encaminhar os pacientes para atendimento médico com o descritivo observado.
O momento é oportuno para que ações conjuntas entre sociedade civil, agentes públicos, pesquisadores e profissionais de saúde busquem o rápido enfrentamento desta nova epidemia, diminuindo os danos à saúde da população e as consequências sociais e econômicas em nosso país.

Tem dúvidas sobre o Coronavírus ?